Sem categoria

Qual é o mal de Chuchar o Dedo?

Vou contar-vos um episódio recente…. Numa primeira consulta de Odontopediatria, avaliei uma criança com 4 anos que usava chupeta, em casa e na escolinha, e sempre que a mãe tentava terminar o hábito da chupeta (dizia que tinham perdido a chupeta) a menina simplesmente colocava o polegar na boca! Um perfeito desespero para os pais e para a Odontopediatra…

O hábito de sucção digital ou de chuchar o dedo é comum no primeiro ano de vida! Apesar de ser um hábito comum, é pouco saudável e pode ter más consequências para a saúde oral da criança se o fizer durante muito tempo.

49947059_591177267971332_1996070567458897920_n
Há crianças que chucham noutros dedos, apesar da sucção do polegar ser a mais comum.

É mais frequente vermos a sucção apenas do dedo polegar, mas não é pouco comum haverem crianças que utilizem outros dedos (o indicador por exemplo) ou até mesmo chuchar um conjunto de dedos ao mesmo tempo.

Não é difícil de adivinhar que, se não parar este hábito, tal como o uso continuado da chupeta, pode levar a muitos problemas no desenvolvimento da boca da criança.

A sucção do polegar pode causar uma mordida aberta: os dentes da frente, os superiores

50128989_958516921203507_7066763052229591040_n
Mordida aberta: os dentes da frente não se tocam quando a boca está fechada.

e inferiores, não se tocam quando a boca está fechada. Para além disto, pode provocar estreitamento e elevação do céu da boca (palato alto), causar alterações na fala e padrões de mastigação anormais.

… a criança que avaliei já tinha mordida aberta. Para além disso, era bastante nervosa e tinha alguns problemas familiares que a deixavam muito ansiosa. Quando tentaram remover o hábito da chupeta, a menina chorou muito e, desesperada por conforto, descobriu que o polegar era uma opção…

Porque é que as crianças chucham no dedo?

Quando se sentem aborrecidas, com ansiedade, raiva, fome ou até mesmo quando estão tristes. Estes são apenas alguns motivos que podem levar as crianças a começar a chuchar os dedos em busca de conforto.

DICAS DA DOUTORA DENTINHOS

Se seu filho ainda não conseguiu deixar este hábito até aos 3 anos de idade, é necessário começar a pedir ajuda para que possa crescer com um sorriso saudável, sem desenvolver as alterações que falámos atrás.

1- Identifique os gatilhos que o levam a chuchar o dedo

A maneira mais simples é descobrir o que o faz chuchar o dedo em primeiro lugar! Se conseguir identificar isso, então pode ajudá-lo a adaptar o comportamento com um reforço positivo, ou prepará-lo para a situação imediatamente antes dele colocar o dedo na boca.

2- Intervir

Outra forma de terminar o hábito é intervir em flagrante. No momento em que ele colocar o dedo na boca, explique-lhe que chuchar o dedo é um mau, e o que pode acontecer se continuar com esse hábito.

Se a criança já compreender, as imagens podem ser uma boa ajuda, por exemplo, pode mostrar-lhe fotografias de como pode ficar com a boca se continuar com esse hábito. A leitura de livros sobre esta situação também pode ser uma ajuda valiosa na remoção do hábito de chuchar o dedo, sugiro o livro incluído no Plano Nacional de Leitura: “Nonô chucha no dedo” da autora Sibylle Delacroix.

3- Tenha uma abordagem familiar

Uma vez que não podemos estar em todos os lugares ao mesmo tempo, peça ajuda à sua família e aos educadores da escola para ajudar a criança a livrar-se desse hábito. Certifique-se de que todos estão a usar a mesma linguagem e técnica de intervenção para que a criança não fique mais confusa e piore o hábito.

4- Desvie a atenção

Quando o seu filho estiver para chuchar no dedo, tente desviar a atenção dele, por exemplo com o seu peluche ou brinquedo favorito. De preferência com algo que o distraia e lhe ocupe as mãos, para que ele pare imediatamente.

5- Tapar os dedos envolvidos

50338935_2244391278958793_2843725914292879360_n
Usar umas luvas divertidas pode ser uma forma de motivar a criança

Não é a técnica que mais gosto porque pode deixar a criança mais frustrada, mas todas as crianças são diferentes e esta abordagem pode ser valiosa em alguns casos. A técnica consiste em tornar os dedos da criança menos apetitosos, envolvendo-os com pensos rápidos, com um pano ou luvas. Este método é simples, mas para crianças mais crescidas não é muito eficaz, uma vez que remover um penso rápido ou uma luva se torna muito simples para eles.

6- Visite um Odontopediatra

Ouvir o “Doutor” ou o “Dentista” a explicar porque não deve chuchar o dedo, pode ser um momento importante para o seu filho e ser a motivação que ele precisava para o deixar de fazer.

… Depois de explicar à criança porque não devia chuchar o dedo, optámos por fazer algumas consultas de psicologia que a ajudaram a superar as suas inseguranças e a saber lidar com a ansiedade. Em seguida, com algum reforço positivo nas consultas de Odontopediatria, apoio familiar e alguns vernizes brilhantes, conseguimos que o hábito parasse. Foi um sucesso!

O Odontopediatra não trabalha sozinho, e os pais não têm que superar estas dificuldades sozinhos! Para um sorriso crescer saudável somos todos importantes: médicos, terapeutas, educadores e familiares. Por isso, quando em dúvida peça ajuda… Penso que este é um ensinamento que serve para tudo na vida!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s