Sem categoria

O meu filho tem mau hálito! O que faço?

O mau hálito (também conhecido por Halitose) pode surgir muito cedo (por exemplo, um bebé pode ter halitose). Pois é, o mau hálito não se limita aos adultos! As crianças também podem podem tê-lo, e saiba que tem um impacto muito negativo na sua vida social, qualidade de vida e autoestima.

Antes de mais quero que tenham a noção de que o mau hálito matinal (aquele que todos temos logo após acordar) não deve ser confundido com a verdadeira Halitose! Este hálito característico ao acordar, acontece por haver menos saliva durante a noite, o que provoca um aumento da atividade das bactérias que existem na boca (que libertam aquele cheiro desagradável). Por isso insisto tanto, nas consultas de Odontopediatria, para todos os meninos e meninas desde cedo se habituarem a ter uma higiene oral PERFEITA antes de dormir, que também inclua a escovagem da língua! Se já sabemos que as bactérias vão andar ocupadas durante a noite… o melhor é prevenir!

Mais de 75% dos casos de mau hálito verdadeiro têm origem na boca! Apesar de existirem diferentes causas, por norma pode surgir por:

1- Restos de comida

A comida às vezes fica por muito tempo depois das refeições e pode causar um hálito muito mau. Se a higiene oral não for boa e frequente e os restos de comida forem deixados na boca, eles podem dar às bactérias o combustível ⛽️ que precisam para trabalhar e formarem cáries!

Solução : ter uma boa higiene após as refeições (escovagem com pasta fluoretada e escova suave, pelo menos 2 vezes por dia).

2- Cáries

Quando existem cáries, o número de bactérias na boca vai aumentar, por isso a sua atividade também! Assim, o ideal é mesmo impedir que elas apareçam!

Ajuda se: Consultar um Odontopediatra assim que nasça o 1º dente de leite do seu filho! Ele pode ajudar a estabelecer um plano de prevenção de cáries que se adapte ao seu filho! É possível prevenir o aparecimento de cáries se trabalharem em conjunto! Para além disso, se fizerem consultas de controlo com frequência, conseguimos detetar as cáries muito cedo e impedir que avancem, travando o aparecimento de mau hálito!

3- Boca seca

A boca seca pode provocar mau hálito recorrente. Normalmente, ter boca seca acontece por haver menor quantidade de saliva, o que muitas vezes, em crianças, está associado à falta de água ou hidratação inadequada. Felizmente, isso é incrivelmente fácil de corrigir!

Ajuda se: melhorar a produção de saliva, bebendo água 💦 ou ingerindo alimentos que aumentam a produção de saliva, como as maçãs ou cenouras. Certifique-se de que seu filho bebe bastante água durante o dia. Se isso não ajudar de todo, ele deve ser avaliado pelo seu Odontopediatra/Médico Dentista.

4- Alterações no Sistema Respiratório

Inflamações ou infeções frequentes das vias aéreas, como as conhecidas faringites, amigdalites, sinusites e rinites, e ainda os casos de alergia crónica, podem provocar mau hálito. Na maioria destes casos, os meninos e meninas respiram mais pela boca (chamados de respiradores orais) e por isso também têm tendência a ter a boca mais seca/com menos saliva, o que intensifica o mau odor e continua a ajudar ao desenvolvimento de infeções das vias aéreas superiores (falarei sobre isto mais pormenorizadamente noutro post aqui no blog).

Ajuda se: A criança for avaliada por um otorrinolaringologista ou imunoalergologista.

5- Alterações no Sistema Gastrointestinal

Refluxo gastro-esofágico ou a presença de diabetes descontrolada, são duas condições que provocam muito mau hálito nas crianças. 👶🏻 Apesar de ser menos frequente, muitas vezes é possível desconfiar de alterações gástricas apenas pelo mau hálito que a criança apresenta.

Ajuda se: Nesses casos, a criança pode ser referenciada de imediato à equipa de gastroenterologia ou ao médico de família/pediatra para que a condição seja avaliada e devidamente controlada ou resolvida.

Como puderam perceber, é possível identificar alterações na saúde oral e até mesmo geral pelas alterações no hálito das crianças. Por isso peça sempre a opinião do seu Médico Dentista/Odontopediatra, ele pode ajudar a melhorar esta condição ou encaminhar para outro especialista se necessário!

É tão bom poder partilhar convosco estas informações importantíssimas! É a saúde oral e geral das crianças e jovens quem ganha! 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s