Sem categoria

Sabia que durante a Gravidez já pode contribuir para a saúde oral do seu filho(a)?

Não é segredo nenhum que ao longo dos últimos anos tenho vindo a dedicar-me à prevenção na área da saúde oral pediátrica. Depois de muito estudar sobre o tema e de perceber as suas associações, percebi que o melhor momento para podermos ter a melhor ação preventiva é logo durante a Gravidez!

Os primeiros 1000 dias do bebé ( o período desde que ocorre a fecundação até aos 2 anos de vida), são o momento de ouro de atuação, sugerido por vários autores recentemente. Neste período, o desenvolvimento infantil é bastante sensível a alterações ( as células e sistemas do bebé estão a desenvolver-se de forma galopante). Por esse motivo, não existe melhor momento para podermos instaurar boas práticas para o bom desenvolvimento da saúde oral do bebé e futura criança/adolescente/adulto.

Sabiam que os dentinhos de leite dos bebés se começam a formar logo durante as primeiras 6 semanas de gestação?

Os primeiros dentinhos de leite nascem na boca dos bebés, aproximadamente aos 6 meses de vida, no entanto eles já estão em formação há muito dentro dos seus ossos maxilares, durante a gravidez. Fatores que ocorram até ao primeiro ano de vida do bebé têm um impacto superior na formação destes dentes. Alguns destes fatores, como a prematuridade, baixo peso ao nascer, falta de regulação na vitamina D (durante e após a gravidez), consumo de produtos ultraprocessados durante a gravidez, entre outros, podem contribuir para alterações no esmalte dos primeiros dentinhos do bebé, que muitas vezes aparecem na forma de manchas no esmalte ou até perda de estrutura Dentária.

Os cuidados de alimentação da grávida e o cuidado e manutenção da sua própria saúde oral são de especial importância para a saúde oral e geral do bebé que se está a desenvolver. Por este motivo, cada vez mais é aconselhado pelas entidades de saúde responsáveis ( como a AAPD, CDC) a avaliação e manutenção da saúde oral da grávida em prol da saúde oral e geral do bebé. As melhores evidências científicas sugerem que existe uma relação entre doenças nas gengivas da grávida (doença periodontal) com as complicações obstétricas, como o parto prematuro e baixo peso ao nascimento. Cerca de 60 a 70% das gravidas têm gengivite. Ou seja, o cuidado das gengivas da grávida ( que pode sofrer alterações devido às flutuações hormonais típicas da gravidez) é muito importante para o Odontopediatra/Pediatra/Obstetra visto que reduz o risco de baixo peso e prematuridade ao nascimento.

Considerando tudo isto, é responsabilidade e objetivo dos Odontopediatras zelar pela saúde oral materna, de forma a prevenir as alterações orais em todos os períodos da gravidez e sobretudo começar o mais cedo possível a influenciar positivamente a saúde oral do bebé!

Começar desde cedo e prevenir é o nosso lema! Mas apenas juntos, com a colaboração de pais, educadores e profissionais de saúde, podemos ter um maior impacto de prevenção na população. É o meu profundo desejo poder ajudar a melhorar a saúde oral dos nossos pequeninos, futuros grandes. Espero que estas informações melhorem a sua saúde e a da sua família, mas sempre que possível, partilhe-as com alguém que pode beneficiar delas também!

Uma opinião sobre “Sabia que durante a Gravidez já pode contribuir para a saúde oral do seu filho(a)?”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s